EPO inicia obras de empreendimento misto na região da Lagoa dos Ingleses

0
O Navegantes será erguido no complexo residencial, de comércio e serviços, CSul Desenvolvimento Urbano

O Grupo EPO iniciou as obras do complexo misto Navegantes, localizado na região da Lagoa dos Ingleses, entre Nova Lima e Itabirito. O empreendimento fará parte do complexo residencial, de comércio e serviços, CSul Desenvolvimento Urbano. O Navegantes segue o conceito mixed use –que oferece opções de lazer, comércio diversificado e moradia em um só lugar– muito utilizado nos Estados Unidos e que tem se tornado uma tendência em Minas Gerais.

O investimento previsto para o complexo é de R$ 80 milhões. O empreendimento foi desenhado pelo arquiteto Gustavo Penna. As linhas do projeto vão trazer traços modernos e que se comunicam com a região no entorno, na qual predominam lagos e lagoas.

A construção do Navegantes será dividida em duas fases. A primeira etapa contempla a construção de quatro lojas ancoras, entre elas o Supermercado Super Nosso, a rede de cinemas CineArt, a Drogaria Araújo e uma provável operação de alimentação, que ainda está em definição. Estão previstas ainda a implantação de outras 20 lojas divididas em um único andar, com aproximadamente 200 vagas de estacionamento. O empreendimento terá 7.700 mil metros quadrados de área construída.

Para a segunda fase, está previsto a construção de um prédio comercial de três pavimentos com escritórios e outro edifício residencial de quatro andares. As edificações vão contar com estacionamento separado do open mall.

“A proposta é contribuir para o desenvolvimento econômico da região e diversificar as fontes de receita, com espaço para lojas, salas comerciais e residências. Em razão da mobilidade reduzida dos grandes centros e das regiões metropolitanas, as pessoas estão enxergando qualidade de vida não apenas no produto, mas no conceito work, play, life (trabalho, lazer e vida). No mesmo lugar aonde vai morar ela vai trabalhar e ter um mix de diversão à disposição, como academia e bares por exemplo. O único veículo passa a ser somente o elevador de casa”, explica o diretor comercial do Grupo EPO, Eduardo Luiz.

O Superintendente da CSul Desenvolvimento Urbano, Waldir Salvador, avalia positivamente o empreendimento. “É um grande passo tanto para a diversificação da economia local quanto para a melhora da qualidade de vida de quem mora na região, já que com a vinda dessas empresas, a população local passará a ter mais opções de estabelecimentos voltados para produtos de primeira necessidade, como alimentos e remédios, reduzindo a necessidade de deslocamento para o centro da capital ou localidades como o Jardim Canadá. É um projeto importante para a EPO e para a CSul, que consegue todas essas comodidades em um local em franco desenvolvimento”, avalia.

A conclusão da primeira fase do empreendimento está prevista para o segundo semestre de 2019.

Campartilhe.

Deixe Um Comentário

*

Curta nossa página no Facebook
error: Conteúdo Protegido!