História de Nova Lima - Jardim Canadá Nova Lima MG

História de Nova Lima

0

Nova Lima é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, localizado na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH). Sua população estimada em 2013 é de 87.391 habitantes (IBGE/2013).

Diversas minas ficam no município, incluindo as minas de Morro Velho, Mostardas e Rio de Peixe. Diversos minerais são extraídos no município, principalmente o minério de ferro e o ouro.

A cidade de Nova Lima integra a Região Metropolitana de Belo Horizonte. O fato de fazer fronteira com o centro-sul do município de Belo Horizonte, região mais rica da capital, tem atraído moradores de alta renda para Nova Lima, os quais se instalam nos diversos condomínios de alto luxo da cidade e prédios residenciais dos bairros Vila da Serra e Vale do Sereno.

Um estudo divulgado pela prefeitura do município de Itabira em 29 de abril de 2010 revelou que Nova Lima é a primeira cidade de Minas Gerais em qualidade de vida.

Século XVIII: fundação e desenvolvimento inicial

A história de Nova Lima remonta ao fim do século XVII, quando o bandeirante paulista Domingos Rodrigues da Fonseca Leme chega em busca do ouro. A ele, seguiram-se outros aventureiros, dando origem a um povoamento na região. Por volta de 1708, já havia uma capela dedicada a Nossa Senhora do Pilar — a padroeira da cidade —, e na década de 1720 surgiram engenhos e concessões para a exploração mineral.[11] A Igreja do Senhor do Bonfim, de 1720, atualmente tombada pelo Conselho Consultivo Municipal de Patrimônio Histórico e Artístico de Nova Lima,[12] também marca o início da ocupação da região.[13] Outros mineradores resolvem fixar-se na área, que, àquela época, já possui um número considerável de habitantes.

A primeira denominação dada ao local foi a de Campos de Congonhas. Com a expansão das faisqueiras, passou a ser conhecido por Congonhas das Minas de Ouro (pela quantidade de ouro encontrada na cidade), abrigando a população que trabalhava em diversas minas como Bela Fama, Cachaça, Vieira e Urubu.

Em 1748 o arraial é elevado à condição de freguesia, e em 1836 é criado o distrito, subordinado ao município de Sabará, com o nome de Congonhas de Sabará.

Século XIX: expansão e apogeu

Ao passo em que o século XVIII foi o auge do ciclo do ouro no estado de Minas Gerais, e da maior era de prosperidade de cidades como Ouro Preto e Mariana, o grande período de efervescência de Nova Lima se deu a partir de 1834. Nesse ano, a companhia inglesa Saint John del Rey Mining Company comprou a antiga mina de Morro Velho e, a partir de então, a exploração da mina passou a ser feita de forma mais organizada e com tecnologias até então pouco comuns no Brasil para a atividade. Com isso, a produtividade da mina aumentou vertiginosamente a sua produção, chegando a ser responsável, em 1879, por 83% do ouro exportado pela província de Minas Gerais.

À explosão na produção aurífera, seguiu-se um desenvolvimento considerável nas pequenas manufaturas locais, que abasteciam a mina com os materiais necessários, e no setor de serviços, com o surgimento de vendas, hospitais, bibliotecas e demais serviços. Estes, por sua vez, também impulsionavam as manufaturas, e os três setores, juntos, foram responsáveis pelo aumento na população local.

A presença da cultura britânica na região é explicada pela vinda de imigrantes quando da compra da mina de Morro Velho pela Saint John del Rey. Com eles, veio também o Anglicanismo, religião ainda forte no município. Outro exemplo claro de influência inglesa é a “Queca”, sobremesa da cidade muito comum, sobretudo, na época do Natal. Na verdade, trata-se do tradicional bolo inglês Christmas Cake, de frutas cristalizadas, sendo que o termo “queca” é um aportuguesamento de cake (bolo em inglês). Tradicionalmente, famílias locais presenteiam-se umas às outras com o bolo.O Centro de Memória Morro Velho através de fotos, utensílios e de sua própria construção, transmite a história da mina, dos imigrantes e da cidade.

A data de 5 de fevereiro de 1891 marca a emancipação do município, denominado então Villa Nova de Lima, em homenagem ao ilustre historiador, poeta e político Antônio Augusto de Lima. Apenas em 1923 Nova Lima recebeu o nome que permanece até hoje.

Fotos

Economia

A principal atividade econômica da cidade é a extração do minério de ferro, responsável por mais de 5 mil dos 46,3 mil empregos gerados pela cidade. O salário médio (mensal) é de, aproximadamente, 2 920 reais, sendo que as profissões mais bem-remuneradas da cidade são, principalmente, as de administração, análise de TI e professor no Ensino Fundamental. Em 2015, o município exportou o equivalente a 1,79 bilhões de dólares, dos quais 1,04 bilhões tiveram como destino a China, e importou, no total, 32,7 milhões de dólares, sendo a África do Sul a principal origem.

Setor primário

A extração de minério de ferro responde por 65% das exportações novalimenses, ao passo em que o ouro, se era o principal produto no século XIX, ainda ocupa posição de destaque, com 34% do total. Somadas, portanto, ambas as atividades equivalem a 99% de toda a exportação da cidade.

Setor secundário

A maior parte indústrias de Nova Lima encontram-se no Parque Industrial de Bela Fama, próximo à sede do município. A região Sul (onde se encontra a Lagoa dos Ingleses), no entanto, vem recebendo investimentos industriais, como a recém-inaugurada planta da Coca-Cola e uma unidade de fabricação de insulinas da empresa Biomm, cuja conclusão está prevista para 2018.

Setor terciário

A Sede do município, onde se encontra o centro histórico e os principais cartórios e órgãos públicos, tradicionalmente concentra diversas lojas, as quais atendem, principalmente, à população local. Nessa região encontra-se a sede sul-americana da AngloGold Ashanti. Nas últimas décadas, porém, a cidade expandiu-se consideravelmente para fora de sua sede, desenvolvendo novos núcleos.

O bairro Jardim Canadá e os adjacentes, por exemplo, também possuem supermercados, lojas — sobretudo de materiais de construção, pedras e demais itens relacionados a obras e reformas — e casas de festas, sendo uma região que, mais do que a Sede, atende também à população da RMBH.

 Skyline parcial do Vila da Serra, visto da MG-030. Ao centro, construção do arranha-céu de 170 metros.

Ao norte, na divisa com Belo Horizonte, encontram-se os bairros Vila da Serra e Vale do Sereno, os quais desenvolveram-se bastante, a partir dos anos 1990, em função da expansão da capital rumo ao Sul, de forma que, hoje, ambos os bairros e o belo-horizontino Belvedere são conurbados. Na região, estão sediadas diversas empresas, como a Global Value Soluções, do grupo IBM, o INDG (Instituto de Desenvolvimento Gerencial), a Accenture e a sede da Fiat do Brasil, holding do Grupo FCA. A maioria delas encontra-se nos edifícios comerciais da Avenida Oscar Niemeyer (também conhecida como “Seis Pistas” ou por seu antigo nome, Alameda da Serra), na qual também se está construindo o edifício Concórdia Corporate, que, com 170 metros, será o mais alto do estado, e tem conclusão prevista para 2017.[20] O bairro Vila da Serra tem, ainda três centros hospitalares privados importantes para a Grande Belo Horizonte: o Biocor Instituto, o Hospital e Maternidade Vila da Serra e Hospital de olhos de Minas Gerais. No setor educacional, o bairro abriga, ainda, um campus do Instituto Metodista Izabela Hendrix e os dois campi da Faculdade Milton Campos, de Direito e Administração.

Transportes

Ferroviário

A cidade é cortada por diferentes ramais férreos. Na década de 1920, um bonde da St. John del Rey Mining Co. ligava a estação ferroviária de Raposos a Nova Lima. Até 1996, um trem de subúrbio atendia o distrito de Honório Bicalho, na linha que ia até Raposos e que foi desativada a partir da dissolução da RFFSA e concessão de seus ramais à iniciativa privada. Adjacente à Serra do Curral, está o ramal Águas Claras, que servia para escoar a produção mineral da mina homônima que ali funcionou até 2003. A partir de então, o ramal, que vai até Betim, está desativado. No entanto, tanto a Prefeitura de Belo Horizonte quanto o governo estadual já elaboraram projetos, respectivamente, de um VLT o qual ligaria a região do Vila da Serra ao Barreiro(em Belo Horizonte),[21] e um trem urbano para o transporte de passageiros que iria até Betim (passando por Belo Horizonte e Contagem). Este, por sua vez, integra um projeto maior, denominado TREM — Transporte Regional Metropolitano — e que pretende integrar a RMBH pelo modal ferroviário.

Rodoviário

Os principais acessos a Nova Lima são as rodovias BR-040 e MG-030.

Ônibus

A empresa ViaOuro opera quinze linhas de ônibus municipais, das quais uma circula apenas no Jardim Canadá e as outras ligam toda a cidade ao Terminal Rodoviário Municipal, no centro.[23]Nele, é possível embarcar em linhas de ônibus da RMBH com destino a Belo Horizonte e Contagem. Para outras cidades, é necessário fazer baldeação na capital. As linhas 4113 e 2104, da Prefeitura de Belo Horizonte, também ligam o centro dessa cidade ao Vila da Serra.

Aéreo

Nova Lima não tem aeroporto; todavia, já se especulou a criação de um aeródromo na região do Morro do Chapéu. Para voos comerciais, a cidade é servida principalmente pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte-Confins, para o qual conta com um ônibus executivo que liga dois terminais, um no Vila da Serra e outro na MG-030 em frente ao Posto Policial do Jambreiro, diretamente ao aeroporto, em aproximadamente 1h30 de viagem.

Geografia

Relevo

A Serra da Calçada, que emoldura o município, “é um dos mais bonitos cartões-postais da Região Metropolitana de BH”, mas está ameaçada pela expansão imobiliária e ação de mineradoras.[26] O território de Nova Lima é, em geral, montanhoso, característica peculiar aos planaltos. Segundo a classificação do prof. Jurandyr Ross, a cidade integra a região denominada “Planaltos e Serras do Atlântico Leste-Sudeste”, composto principalmente por rochas metamórficas.

Municípios limítrofes

Belo Horizonte e Sabará, ao Norte; Itabirito, ao sul; Raposos, a leste; Brumadinho, a oeste; Rio Acima, a sudeste.

Distritos

Nova Lima possui atualmente dois distritos, no senso comumente atribuído a essa palavra no Brasil: Honório Bicalho e São Sebastião das Águas Claras (conhecido como “Macacos”). Em 1948, os então distritos de Raposos e Rio Acima foram elevados à categoria de município.

Hidrografia

  • Rio das Velhas
  • Ribeirão dos Cristais
  • Ribeirão do Cardoso
  • Banqueta, localizada no Parque Santo Antônio

Clima

A cidade possui um clima quente e temperado, conforme classificação Cfa (Clima subtropical úmido). A pluviosidade média gira entorno de 1390 mm por ano, com o mês de Agosto sendo o mais seco e o mês de Dezembro o de maior precipitação, quando apresenta uma média de 302 mm. Sua temperatura média é de 23.3 °C, com Janeiro o mês mais quente do ano e a temperatura mais baixa anual é em Junho, com uma temperatura média de 17.6 °C.

Turismo e lazer

Sede

  • Bicame: aqueduto construído para abastecer a área industrial da Mineração Morro Velho, na lavagem do minério no engenho e hidrantes da segurança. Suas águas nascem na Serra do Curral, formando o Ribeirão dos Cristais e Rego Grande. Ele foi planejado por George Chalmers, superintendente da Saint John D’Rey Mining Company (Mina de Morro Velho) e construído em 1890. É constituído de madeiras nobres: Aroeira e Peroba Rosa e possui 194 m de extensão. As águas correm sobre chapas de aço arqueadas e livres. Uma curiosidade é que durante a construção do Bicame houve um problema sério: os alemães haviam torpedeado o navio Vital de Oliveira, em Vitória – Espírito Santo, causando morte de 100 militares da Marinha Nacional. Como as chapas para término da construção não eram encontradas no mercado brasileiro, com consentimento da Marinha, foi retirado o costado do navio do fundo do mar e feita a calha do Bicame, hoje símbolo de Nova Lima.
  • Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, na Praça Bernardino de Lima: Segundo Germain Bazin, “É a mais completa ornamentação de igreja concebida pelo nosso artista… a tribuna do coro, com seus balaústres rendilhados, é de um desenho recortado muito elegante que lembra o Carmo, de Sabará… o altar-mor é uma obra-prima, está tão próxima do de São Francisco de Ouro Preto que deve ser do mesmo período…”[carece de fontes] . Essas obras foram doadas por George Chalmers.
  • Bairro das Quintas: marcado por construções de origem inglesa, desde o período de instalação de uma mineradora no século XIX.[29]
  • Centro de Memória: localizado na antiga casa de Padre Freitas, mais tarde cedida a ingleses, guarda mobiliário, tradições orais, coleção de relógios de parede e outros objetos associados à chegada dos ingleses na região.
  • Estádio Castor Cifuentes, mais conhecido como Alçapão do Bonfim.
  • Festa do Peão Boiadeiro (antiga Festa do Cavalo), realizada no meio do ano com rodeios e grandes shows musicais.
  • Teatro Municipal
  • Igreja de Nossa Senhora do Rosário

São Sebastião das Águas Claras

O distrito, mais conhecido como Macacos, é famoso por suas exuberantes cachoeiras. Possui pousadas, restaurantes de comida mineira e uma capela, e costuma receber, todos os finais de semana, muitos turistas, principalmente de Belo Horizonte. Macacos tem, também, uma trilha utilizada por ciclistas de mountain-biking e motociclistas, chamada Trilha Perdidas.

Vila da Serra 

A região do Vila da Serra possui restaurantes bastante frequentados tanto pela população da cidade quanto pela de Belo Horizonte. Um dos pontos mais conhecidos é a torre Altavila, a qual, no topo de seus 103 metros, possui um restaurante de culinária japonesa e um mirante, de onde é possível ver toda a capital e partes de Nova Lima, Contagem e Sabará, dependendo da visibilidade e do horário.

Jardim Canadá

Outro destino comum da região são as casas de shows e festas no Jardim Canadá. Também tem se tornado um dos principais pólos de cerveja artesanal além de abrigar a Feira Experimente, tradicional já na região por reunir várias cervejarias artesanais no segundo sábado de cada mês.

Mais sobre o bairro Jardim Canadá

Esportes

O grande símbolo do esporte de Nova Lima é o Villa Nova Atlético Clube, primeiro campeão brasileiro de Futebol da Série B, em 1971, quarto maior clube de futebol em títulos do Estado de Minas Gerais[carece de fontes] e quarta maior torcida entre os clubes de Minas Gerais, tratado carinhosamente por sua torcida como Leão do Bonfim. Time da primeira divisão do Campeonato Mineiro de Futebol, que completou em 2011 cento e dois anos de existência.

É também natural de Nova Lima Luiz Carlos Ferreira, mais conhecido como Luizinho, zagueiro formado pelo Villa Nova Atlético Clube e que participou como titular da Seleção Brasileira da Copa de 82.

Uma nova força do esporte na cidade é o Nova Lima Rugby Club. A agremiação, fundada em 2012, resgata a história desse esporte Britânico que um dia foi praticado em Nova Lima pelos ingleses. Atualmente, estão em plena preparação para o campeonato mineiro de rugby.

Fonte: Wikipédia e conhecimentos gerais do editor.

Campartilhe.

Deixe Um Comentário

*

Curta nossa página no Facebook
error: Conteúdo Protegido!