Mercado Cervejeiro deve abrir as portas até agosto - Jardim Canadá Nova Lima MG

Mercado Cervejeiro deve abrir as portas até agosto

0

O Mercado Cervejeiro previsto para ser inaugurado em março deste ano no Jardim Canadá, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, deverá ser inaugurado nas próximas semanas. O projeto passou por algumas mudanças e deverá ser inaugurado entre final de julho e começo de agosto. Inicialmente projetado como um espaço de 1.300 metros quadrados e 15 lojas cervejeiras, ele foi ampliado para 1.500 metros quadrados e agora só terá oito lojas do ramo. Houve também um incremento no investimento que de R$ 2 milhões passou para R$ 3 milhões, montante que deve ser recuperado após dois anos de casa.

O conceito também foi modificado, conforme explica a dona e idealizadora do projeto, Fernanda Massote. “Demos um conceito um pouco mais de mercado mesmo, de ter produtos para se levar para a casa. Já tínhamos essa ideia de todas as lojas de alimentação terem produtos não só para consumir no local, mas também para levar, como vinhos, carnes. Também estabelecemos uma parceria com a Fazendinha em Casa que oferece produtos como queijos, cafés, doces, pães, vegetais, direto dos produtores, e aos fins de semana teremos a feira com eles. Cerca de 40 produtores irão expor os seus produtos na parte externa do mercado aos sábados e domingos”, explica.

A mudança no conceito abre espaço também para novos públicos visto que o consumidor não precisa só ir ao Mercado Cervejeiro para beber no local, ele poderá ir com a família também, por exemplo, para fazer compras. Além da feira com os produtores, o espaço vai abrigar uma feira de design e artesanato, eventos com shows, programação cultural com dias temáticos, atividades infantis em um espaço kids, intervenções e, até o fim do ano, cursos e workshops nas áreas que contemplam o conceito do espaço, como gastronomia e artesanato.

Com 21 lojas fixas nas áreas de alimentação e bebidas, a diversidade gastronômica também foi contemplada, trazendo casas de carnes ao mesmo tempo que restaurantes veganos, por exemplo. As nove marcas de cervejas presentes no mercado – duas delas dividirão a mesma loja – são a Capa Preta, Coala, Krug Bier, Prússia, Albanos, Kud, StohlBerg, Falke Bier e a Trinca. Já dentre os restaurantes estão nomes como da Pizza Sur, Black Burguer, Bem Bolado, Salumeria Central, Sorveteria Universal e o Vegan2Go.

“Estamos trazendo uma certa diversidade para o mercado, pensando nas harmonizações com a cerveja, mas também levando em consideração o fato de que hoje a gente consegue essa harmonização com quase tudo, já que são vários tipos de cerveja. Mas estamos trazendo um tom mais distraído, informal para o negócio, o mineiro é botequeiro, ele gosta de bater papo, tomar cerveja, se divertir”, pontua Fernanda Massote.

O empreendimento deve gerar 100 empregos diretos e indiretos. Além disso, mesmo depois da inauguração, novas mudanças podem ocorrer. “A gente vai sentir ainda o Mercado Cervejeiro, consideramos ele um elemento vivo, que pode ir mudando de acordo com a demanda, com o público, para ficar interessante pra todo mundo”, finaliza.

Localização – Já fixada com empresa e residência no bairro Jardim Canadá, em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte, a empresária Fernanda Massote explica que a escolha pelo bairro se deu também pela grande variedade de fábricas de cerveja no entorno, cerca de 15. “E é um dos lugares que mais está crescendo na Grande BH, com um bom ambiente, um público bacana, acho que tem tudo pra dar certo”, explica.

A estrutura do espaço foi inspirada nos mercados europeus localizados em centros urbanos. Com capacidade para um público de 1000 pessoas ao mesmo tempo, o Mercado Cervejeiro vai funcionar de quinta a sábado, entre 11h e 23h, e aos domingos de 11h às 18h.

Fonte: Diário do Comércio

Campartilhe.

Deixe Um Comentário

*

Curta nossa página no Facebook
error: Conteúdo Protegido!