PREFEITURA ANUNCIA PROJETO PARA FOMENTAR A DIVERSIFICAÇÃO ECONÔMICA NA CIDADE

0

Desenvolvimento, diversificação econômica e baixo impacto ambiental. É com esse direcionamento que a Prefeitura de Nova Lima criará a Zona Limpa de Desenvolvimento (ZLD). Esse Plano de Desenvolvimento do Município chega para transformar a região em um ambiente atrativo para que novas empresas, com destaque para os negócios de inovação e tecnologia e aquelas que não gerem poluição, se instalem no município. A ZLD é um planejamento de médio e longo prazo e tem como principais benefícios para a cidade a geração de novos empregos, aumento da arrecadação municipal e melhora da qualidade de vida. Além disso, o projeto tem como finalidade aliviar os impactos das variações do principal meio de empregabilidade da cidade: a mineração. Para se ter uma ideia, o setor emprega quase 5 mil pessoas, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, de maio deste ano. Segundo o Prefeito de Nova Lima, Vitor Penido, o projeto é um forte aliado na busca pelo crescimento econômico ordenado do município. “Essa iniciativa mostra que Nova Lima está modernizando a sua administração e proporcionando condições para que a cidade se torne cada vez mais atrativa para os investimentos empresariais”, ressalta o Prefeito.

A Zona Limpa de Desenvolvimento consiste em dividir a região em diferentes polos de atuação, sendo eles: inovação e negócios digitais; economia criativa; biomedicina; biotecnologia e atividades mistas. Penido explica que esta divisão foi baseada em um estudo aprofundado das particularidades econômicas e topográficas de cada região do município. “As estratégias de atração de investimentos e desenvolvimento serão feitas respeitando as características de cada região, no sentido de aproveitar e potencializar a vocação das empresas instaladas e população local, tipos de ocupação, investimentos futuros, legislação, estrutura viária e logística”, destaca.

Entre as áreas que prometem gerar mais oportunidades de emprego com o projeto estão a Tecnologia da Informação, Biotecnologia, Química, Farmácia, Medicina, Gestão da Qualidade e economia criativa, entre outras. Segundo Clausy Gomes, Secretária de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda da Prefeitura de Nova Lima, algumas ações serão tomadas para suprir essa mão de obra. “Queremos trazer para o município um curso de medicina e estamos estreitando o relacionamento com a Universidade  Católica e também com a Fiemg para trazermos cursos de qualificação técnica para atendermos as demandas da ZLD. Além disso, já estamos negociando um termo de cooperação técnica com a Codemig para fortalecer o polo de biotecnologia”, assegura.

Distrito de Biotecnologia

Entre os polos de atuação do projeto, o Distrito de Biotecnologia, na Lagoa dos Ingleses, já é realidade. Com a presença de empresas do setor de Biotecnologia, como a Biomm e Suplimed, o polo já possui enorme potencial de atração para atender as cadeias de suprimentos na região. Outro projeto em andamento na Lagoa dos Ingleses que vai injetar milhões na economia de Nova Lima, beneficiando também as cidades do entorno, é a centralidade CSul.

De acordo com o presidente da CSul, Maury Bastos, o projeto atuará como catalisador da diversificação na cidade, promovendo a instalação de habitações e negócios voltados para todas as camadas da população. “Entre os muitos benefícios do projeto, a geração de empregos é um dos mais relevantes. Com o estabelecimento de novas empresas nas áreas de comércio, indústria limpa e serviço, haverá um aumento na demanda por mão de obra e um incremento nas oportunidades de trabalho, que podem chegar a 80 mil novos empregos, ao longo de 50 anos, em toda a cadeia econômica da cidade, desde a construção civil, até setores como comércio e serviços”, afirma.

Demais vocações

Além do Distrito de Biotecnologia, foram levantadas também as seguintes regiões de foco imediato e potencial para a implantação do projeto: Distrito de Inovação e Negócios Digitais, no Vila da Serra; Distrito de Economia Criativa e mista, na Região Central e Honório Bicalho; Distrito de Biomedicina e Atenção da Saúde Humana, no Vale do Sol; e Distrito de Atividades Mistas, em Rio de Peixe.

Banco de talentos
A Prefeitura de Nova Lima tem trabalhado para qualificar a população local e proporcionar às empresas, mão de obra qualificada. Exemplo dessa ação é o Banco de Talentos da Administração Municipal que oferece gratuitamente para as empresas, a triagem dos profissionais conforme o perfil requerido pela vaga disponível. Para que isso ocorra, antes de se candidatar às vagas, os nova-limenses passam por orientação profissional de como se portar em entrevistas de emprego. O projeto promove, ainda, um intercâmbio entre as empresas interessadas em mão de obra especializada e os profissionais que buscam uma oportunidade no mercado, e oferece um espaço para as empresas realizarem as entrevistas do processo de seleção.

Fonte: Prefeitura Nova Lima

Campartilhe.

Deixe Um Comentário

*

Curta nossa página no Facebook
error: Conteúdo Protegido!